AVISO AOS NAVEGANTES – A GUIA

queridos navegantes,
 
por conta da passagem do ano, o “prosa em poema” ficará esta semana (29/12 – 03/01) sem atualizações.
 
para este espaço, em 2010, os planos continuam os mesmos: a publicação de textos com os quais consiga manter uma boa prosa.
 
estas linhas abaixo, as últimas do ano que finda.
 
fica o dito: a poesia me salvará. (me salva, sempre.) captar a mensagem pelo arauto, pelo ar, alto, pelo sopro que a musa venta, conforme sejam suas mãos e olhos.
 
ela, a poesia, que é a minha bagagem, me salvará.
 
(repito: me salva, sempre!)
 
o poema: o meu redentor, aquele que me redime de faltas quaisquer (rs).
 
uma ótima passagem, pessoas!
até 2010!
 
beijo grande!
paulo sabino / paulinho.
_________________________
 
(do livro: Bagagem. autora: Adélia Prado. editora: Siciliano.)
 
GUIA
 
A poesia me salvará.
Falo constrangida, porque só Jesus
Cristo é o Salvador, conforme escreveu
um homem — sem coação alguma —
atrás de um crucifixo que trouxe de lembrança
de Congonhas do Campo.
No entanto, repito, a poesia me salvará.
Por ela entendo a paixão
que Ele teve por nós, morrendo na cruz.
Ela me salvará, porque o roxo
das flores debruçado na cerca
perdoa a moça do seu feio corpo.
Nela, a Virgem Maria e os santos consentem
no meu caminho apócrifo de entender a palavra
pelo seu reverso, captar a mensagem
pelo arauto, conforme sejam suas mãos e olhos.
Ela me salvará. Não falo aos quatro ventos,
porque temo os doutores, a excomunhão
e o escândalo dos fracos. A Deus não temo.
Que outra coisa ela é senão Sua Face atingida
da brutalidade das coisas?

Anúncios

2 Respostas

  1. Paulinho,

    Eis que a Poesia
    Pra sempre nos salva:
    Do temor da morte,
    Do tempo de tédio,
    Do terror profético,

    Da vida vazia,
    Do vasto tormento,
    Da vã moralidade.
    Eis que a Poesia
    Pra sempre nos livra

    Da dor sem remédio,
    Do dolo sem culpa,
    Da dita infinita.
    Eis que a Poesia
    Pra sempre nos guarda

    Da guerra, da fome,
    Do golpe fatal,
    Do gesto ferino.
    Eis que a Poesia
    Pra sempre nos toma.

    Grande abraço,
    Adriano Nunes.

    • lindo demais, meu querido poeta das alagoas, lindo demais o seu poema!

      um 2010 luminoso para nós!

      beijo grande e afetuoso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: