AVISO AOS NAVEGANTES — FÉRIAS

navegantes,
 
este mês de junho, como dito no post anterior, é o meu mês de férias.
 
por conta dos “compromissos recreativos” (rs) o “prosa em poema” não terá postagens tão regulares, como quando possuo um dia-a-dia mais “regular”, mais rotineiro.
 
não saberia dizer a vocês sobre a freqüência, mas este que vos escreve não ficará sem publicar.
 
amanhã pela manhã, dia 3 de junho, quinta-feira, faço uma viagem para o interior do rio, à região serrana, para curtir uma bela festa junina na casa de um grande amigo, cercado de grandes amigos. neste lugar não há muitas possibilidades de conexões com o que está fora do entorno. não há sinal para telefones móveis nem tampouco internet.
 
semana próxima estamos aí.
 
beijo grande em todos!
o preto,
paulo sabino / paulinho.
_______________________________________________________________________
 
(do livro: Lábia. autor: Waly Salomão. editora: Rocco.)
 
 
UM ANGELUS SILESIUS MIRA O OLHO-D’ÁGUA
 
Por entre avenca e feto e taquarapoca
No seio-limo-musgo da mata ciliar
Corre arregalada a crua matéria-prima essencial
O vero olho da terra é o cristal d’água
E não há no reino mineral
Nenhum poder de pedra que estanque
O jorro das gotinhas
Rasgando as entranhas da terra
Sedentas por ver o sol
Sedentas por ver o sol
Secas por vê-lo
Dourar o campo, o alecrim e a mata
Dourar o vale, a garganta e a serra.
 
                    Córnea, cristalino.
Pupila, íris, pálpebra, retina.
 
Ai, se este olho-d’água
Filtrasse a sentina, a latrina
Do mundo e da minha alma
E o nojo e a náusea e o lodo e a lama lavasse
E o Eco pagão aos meus ouvidos recordasse
Que o olho por onde eu vejo Deus
É o mesmo olho por onde Ele me vê.
_______________________________________________________________________
 
(do livro: A moeda do tempo e outros poemas. autor: Gastão Cruz. editora: Língua Geral.)
 
 
FRAGMENTO
 
Pouco mais poderei fazer que versos
por tua salvação
e é inútil que os faça

Anúncios

2 Respostas

  1. Sou sua fiel seguidora.Fico a aguardar o regresso de umas boas férias.Abraço

    • amelia, querida,

      as férias estão sendo ótimas! obrigado pelo carinho!

      mesmo de férias não deixarei de publicar textos no “prosa em poema”. o que muda neste período é a freqüência.

      que bom saber que você continua lendo o blogue. alegria enorme!

      beijo grande!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: