CANTO DE SEREIA

canto de sereia (1):
 
para livrar-se dele, tapar os ouvidos, os poros do corpo. canto de sereia é canto de feitiço. portanto, fazer do corpo a fortaleza a fim de lutar & resistir.
 
(sempre que penso nisso, me vem a divina & amada & venerada sereia nina simone, cantando: “i put a spell on you/ because you are mine”.)
 
canto de sereia (2):
 
quando o canto chama, & queima por dentro, & ilumina, flor de estufa, flor criada em local fechado, com todo tipo de proteção a quaisquer intempéries do tempo, salta a cerca para luzir no mangue, e, no mangue luzindo, emprenha-se de muitos, fecundiza-se de todos. a vida da flor de estufa, depois da cerca saltada — cerca afora —, passa a ser gerida, guiada, passa a ser conduzida, por vozes de/em si: a câmara de ecos: vozes pretéritas reverberadas, vozes futuras adivinhadas.
 
a obsessão da flor: transformar o eco em narciso: que o eco reverbere e adivinhe o que a flor admira em si.
 
a obsessão da flor: mirar-se e admirar-se de estar sendo (como propala fernando pessoa), tendo, assim, seu senso narcísico. 
 
(sempre que penso nisso, me vem a divina & amada & venerada sereia clarice lispector, entoando: “Olha para mim e me ama. Não: tu olhas para ti e te amas. É o que está certo.”)
 
a sereia é essencialmente narcísica. maravilha-se do seu canto, e dá-se, inteira, à vida.
 
que o canto bem cantado da sereia ecoe, e, eco, metamorfoseie-se em: fonte:
 
fonte para sua própria existência.
 
beijo em todos!
paulo sabino / paulinho.
____________________________________________________
 
(do livro: Algaravias. autor: Waly Salomão. editora: Rocco.)
 
 
CANTO DE SEREIA
 
(Primeiro Movimento)
 
Tapar os ouvidos com cera ou chumbo derretido.
Construir uma fortaleza de aço blindado em volta
de si.
O próprio corpo produzir uma resina que feche os
poros,
como o própolis faz nas fendas dos favos de mel.
 
 
CANTO DE SEREIA
 
(Segundo Movimento)
 
A flor de estufa
salta a cerca
para luzir no mangue.
E se emprenha de fulano, sicrano e beltrano.
Sua vida atual reverbera vozes pretéritas,
adivinha vozes futuras.
 
Sua obsessão:
Que Eco se transforme em Narciso,
Que Eco se metamorfoseie em fonte.
 
                                                          1995
Anúncios

10 Respostas

  1. Resistência inútil. Segue-se mesmo sabendo se tratar do caminho da morte. Luta vã, pois as forças foram sugadas antes que a começasse. Como Ulisses, que prefere ouvir o canto, mesmo que atado, a ter que viver sem ele. Opção pelo sofrimento que não se assemelha ao masoquismo. Não há saída.

    • eu também sou do time dos que preferem ouvir o canto das sereias (rs)!

      eu e você, flavinho (rs)!

      beijO!

  2. Deixo-lhe um poema de Almeida garrett sobre o canto das sereias . Livro publicado em 1953.Garrett não foi tão forte como poeta que como novelista- a sua obra-prima é Viagens na minha Terra – e dramaturgo.Mas isso deve já saber.
    Bem, aqui vai o tal poema:

    Pescador da barca bela,
    Onde vás pescar com ela,
    Que é tão bela,
    Ó pescador?

    Não vês que a última estrela
    No céu nublado se vela?
    Colhe a vela,
    Ó pescador!

    Deita o lanço com cautela,
    Que a sereia canta bela …
    Mas cautela,
    Ó pescador!

    Não se enrede a rede nela,
    Que perdido é remo e vela
    Só de vê-la,
    Ó pescador.

    Pescador da barca bela,
    Inda é tempo, foge dela,
    Foge dela,
    Ó pescador!

  3. lindo o poema, amelia! adorei!

    valeu pelo presente!

    beijÃO!

    • Enganei-o na data.O livro de Garrett foi oublicado em 1853…Sou uma trapalhona a digitar…

      • maravilha, amelia!!

        (eu também me atrapalho com digitações, sou MESTRE em trocar letras, fazer umas maluquices com as palavras – rs…)

        beijO!

  4. Paulinho,

    Seduzido por tantos cantos… Salvem as sereias!

    Abração,
    A. Nunes.

    • “oguntê, marabô/ caiala e sobá/ oloxum, ynaê/ janaína e iemanjá/ são rainhas do mar!”

      salvem as sereias!!

      (e salvemos as sereias, as suas sabedorias, dentro de nós!!)

      beijO!!

  5. Interessante a idéia do blog. Passarei a acompanhar.

    • maravilha, marcio!!

      esteja à vontade, venha sempre que quiser.

      abraço!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: