PAULO SABINO NA TV ESCOLA – “O MEU AMIGO POETA”

____________________________________________________________________________________________

No programa da TV Escola que gravei ontem na minha residência (devido ao mau tempo na cidade do Rio de Janeiro), por indicação de um querido amigo, programa voltado aos estudantes, há um quadro chamado “O meu amigo poeta”, que é LINDO! ADOREI fazer, ADOREI a equipe toda!
 
Cenas do Paulo Sabino lendo uma das suas poesias, do Paulo Sabino falando sobre poesia & os seus autores, do Paulo Sabino, com o diretor do quadro, mexendo nos seus livros, na sua estante, falando da importância de Clarice Lispector, de Drummond, de Fernando Pessoa, falando sobre a importância das Musas na sua vida.

O quadro vai ao ar na segunda semana de outubro, e com direito à propaganda, na telinha, do PROSA EM POEMA! Ganharei uma cópia do programa em DVD, e, se me for permitido, divulgo-o aqui.

Aos senhores, então, o poema, deste que vos escreve, que li para o quadro, escolhido pela própria equipe, que o achou, segundo a mesma, “lindo, muito bonito” (rs):

 

mais que transmita o cinema
ou o mais bem escrito poema
— mais ainda: qualquer existente tática
ou conta aprendida com a matemática —,
nosso amor se faz na prática
de tudo o que possa vir a ser,
sem carta marcada ou parecer.

é no dia-a-dia, com a aprendizagem,
que traduzo a sua paisagem,
como quando o arado de um campo,
que, mais tarde, revela verdes e encanto.

nosso amor assim se desvela:
não é preciso lampião ou vela;
possui luz própria que surge
desta vontade de amar que, em mim, urge.

 
 
Beijo todos!
Anúncios

4 Respostas

  1. sim, o poema é lindo!
    um rigor literário para poucos poetas
    e uma sensibilidade que nos deixa cativados a cada imagem.
    parabéns, querido-doçura-poeta!

    • Doçura,

      Assim você consegue deixar o rapaz aqui tímido (rs)…

      Muitíssimobrigado pelas palavras, palavras vindas da sua tina, tina sempre pronta a derramar, na tela, as mais generosas linhas.

      Beijo, queridÍSSIMA! 🙂

  2. Amado Paulinho,

    Aquele medo, aquela dúvida, agora só me revelam o grande poeta que és. É natural que assim se revele e pese. O Teu poema tem a grandeza lúcida dos grandes poemas, tem a luz da luz da luz que se abriga em um belo poema. Parabéns! “não é preciso lampião ou vela;” E não foi preciso para que, eu como leitor, tenha o visto!

    Abraço fraterno,
    Adriano Nunes

    • Meu poeta das Alagoas,

      Fiquei TÃO feliz, TÃO comovido, com as suas palavras, que demorei a respondê-las (rs)!

      Nem sei o que lhe escrever exatamente… Agradecer por esse apoio de me dizer as coisas que você acha que mereço receber.

      Como você é nobre, meu poeta! Como precisamos seguir juntos nesta “caminhadaventura” poética!

      Um brinde: a você & a mim! Tim-tim! 😉

      Beijo IMENSO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: