DE MAIS NINGUÉM

Rosa que sangra

___________________________________________________________________

se ela,

se a pessoa amada,

pessoa a quem dediquei o meu amor,

me deixou, me largou, foi-se, deu no pé,

a dor (da perda) é minha, não é de mais ninguém.

aos que possuem piedade de mim, porque carrego a dor de amar, a esses eu devolvo a piedade, a esses eu devolvo a dó.

não preciso da piedade de ninguém.

eu tenho a minha dor que, mesmo difícil, mesmo pesada, é minha só, não é de mais ninguém.

se ela,

se a pessoa amada,

pessoa a quem dediquei o meu amor,

preferiu ficar sozinha, ou já tem um outro bem, se ela, a pessoa amada, me deixou, seja pelo motivo que for, a dor é minha, a dor é de quem tem.

e só a tem, a dor de amar, quem ama.

eu sou um que amo.

se nos meus braços, ela, a pessoa amada, não se aninha, a dor é “minha dor”.

de mais ninguém.

se meu mundo caiu, eu que aprenda a levantar:

aprenda a reagir & a ouvir o coração responder:

eu preciso aprender a só ser.

beijo todos!
paulo sabino.
___________________________________________________________________

(autores: Arnaldo Antunes / Marisa Monte.)

 

 

DE MAIS NINGUÉM

 

Se ela me deixou, a dor
É minha só
Não é de mais ninguém
Aos outros eu devolvo a dó
Eu tenho a minha dor
Se ela preferiu ficar sozinha
Ou já tem um outro bem
Se ela me deixou
A dor é minha
A dor é de quem tem

É o meu troféu
É o que restou
É o que me aquece
Sem me dar calor
Se eu não tenho o meu amor
Eu tenho a minha dor
A sala, o quarto
A casa está vazia
A cozinha, o corredor
Se nos meus braços
Ela não se aninha
A dor é minha dor

Se ela me deixou, a dor
É minha só
Não é de mais ninguém
Aos outros eu devolvo a dó
Eu tenho a minha dor
Se ela preferiu ficar sozinha
Ou já tem um outro bem
Se ela me deixou
A dor é minha
A dor é de quem tem

É o meu lençol
É o cobertor
É o que me aquece
Sem me dar calor
Se eu não tenho o meu amor
Eu tenho a minha dor
A sala, o quarto
A casa está vazia
A cozinha, o corredor
Se nos meus braços
Ela não se aninha
A dor é minha dor
___________________________________________________________________

(do site: Youtube. áudio extraído do cd: Verde, anil, amarelo, cor de rosa e carvão. artista: Marisa Monte. autores da canção: Arnaldo Antunes / Marisa Monte. participação especial: Conjunto Época de Ouro. gravadora: EMI.)

2 Respostas

  1. Paulo querido, “não há solidão pior do que a solidão de si mesmo”, então me enlaço em teu cantar e digo, que aprendizado este saber a só ser…

    E junto um beijo com desejo de um Natal feliz junto a todos teus amores e que 2012 siga nos trazendo encontros e possibilidades poética!!!

    Carmen.

    • Carmen, criatura linda & benvinda,

      Muitíssimobrigado por suas palavras, sempre tão delicadas, sempre tão cordiais.

      Sigamos juntos a jornada que nos cabe em 2012 com MUITA poesia, alimento à alma!

      Beijo GRANDE, querida!
      ÓTIMAS festas de fim de ano!

Deixe uma resposta para carmen silvia presotto Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: