CALIPSO: DIA DE FESTA NO MAR

_____________________________________________________________
 
dia 02 de fevereiro é dia de festa no mar.
 
eu, que não quero (nem preciso) ser o primeiro, venho saudar a rainha do meu amante maior, popularmente conhecida como iemanjá.
 
o mar é um dos maiores encantos da minha vida. não sei, sinceramente, com a profunda relação que desenvolvi com ele, como seria morar em região onde ele não pouse o seu manto azul.
 
a senhora das águas marítimas é famosa por enfeitiçar seus amantes com o seu canto de sereia, até arrastá-los para o fundo do mar sem jamais devolvê-los à terra firme.
 
os versos que seguem narram a história de um navegante que, assim como ulisses (herói da mitologia grega, protagonista da guerra de tróia no clássico poema épico atribuído a homero, odisséia), é amarrado no mastro da embarcação em que está com as orelhas tapadas para resistir ao encanto do canto das sereias marinhas.
 
ao chegar à praia, o navegante não resiste & cai nos braços de calipso.
 
calipso: na mitologia grega, é uma ninfa do mar, uma sereia.
 
calipso: gênero musical originário do caribe, com ritmo apropriado à dança & ao canto.
 
as linhas poéticas brincam com o sentido duplo que “calipso” pode ter (a sereia & o ritmo musical caribenho).
 
eu, paulo sabino, um homem comum, desde o primeiro contato com o mar, não tive nenhum outro vício senão dançar ao ritmo de calipso; eu caí nas graças de calipso; não resisti ao encanto de calipso; só sei dançar ao ritmo de calipso.
 
salve a deusa do mar & o seu canto! salve a senhora das águas & o seu encanto!
 
beijo todos!
paulo sabino.
____________________________________________________________
 
(do encarte do cd: Maré. artista: Adriana Calcanhotto. gravadora: Sony & BMG. autor dos versos: Péricles Cavalcanti.)
 
 
 
PORTO ALEGRE (NOS BRAÇOS DE CALIPSO)
 
 
Amarrado num mastro
Tapando as orelhas
Eu resisti
Ao encanto das sereias
Eu não ouvi
O canto das sereias
Eu resisti
 
Mas chegando à praia
Não fiz nada disso
Então caí
Nos braços de Calipso
Eu sucumbi
Ao encanto de Calipso
Não resisti
 
Desde então eu não tive
Nenhum outro vício
Senão dançar
Ao ritmo de Calipso
Pois eu caí
Nas graças de Calipso
Não resisti
Ao encanto de Calipso
Só sei dançar
Ao ritmo de Calipso

____________________________________________________________

 
(do site: Youtube. canção: Porto Alegre (nos braços de Calipso). autor: Péricles Cavalcanti. intérprete: Adriana Calcanhotto.)
 
Anúncios

6 Respostas

  1. belíssimo post, paulo!

    grande dia, grande canção.

    abraço meu.

    • Que bom saber que gostou, Arthur!

      Sim, grande dia, homenagem merecida.

      Beijo grande, querido!

  2. Paulo

    Adorei este texto, e maravilhoso, beijos

    • Que ótimo, Celia!

      Beijão!

  3. Jogo de palavras Calipso/calipso, muito bem conseguido, bem expresso na voz de Adriana Calcanhoto e com uma batida muito apropriada. Gostei++++++++

    • Maravilha saber que gostou, Maria Salema!

      Isso muito me alegra!

      Beijo grande!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: